13 anos de casada!!!

Hoje dia 16/03 eu faço 13 anos de casada. Estou muito emocionada e feliz de ter construído uma família tão linda e abençoada. Só tenho que agradecer a Deus!
 
 
 
Eu conheci o meu marido na biblioteca da UFU e depois de três meses que havíamos nos conhecido começamos a namorar. Na primeira semana de namoro eu já tinha certeza que me casaria com ele.
 
Quando namorávamos a primeira coisa que fazíamos quando acordávamos era falar pelo telefone e orar junto pela manhã. Um hábito que nos acompanha até hoje: orar juntos todos os dias.
 
Sempre que me perguntam sobre meu marido minha resposta é sempre a mesma: ele é meu amigo! E acho que nosso casamento é lindo não porque somos amigos, mas porque Deus é o alicerce da nossa família.
 
E por isso, quero compartilhar com vcs algumas frases do autor Martyn Lloyde Jones, tiradas do seu livro ¨Vida no Espírito no casamento, no lar e no trabalho¨ da  Editora PES.
 
Aprendi nesse livro que o conceito cristão do casamento é de integralidade. Isto é, que somos um só corpo. Como o nosso corpo orgânico possui muitos membros mas é um, assim funciona o casamento, somos dois e ao mesmo tempo 1 só pessoa. E a explicação do autor  nesse livro é tão boa que vou transcrever aqui um trecho das fls. 96:
 
¨…. O essencial no conceito cristão do matrimonio é esta ideia de integralidade, de inteireza. Encontramo-la em Genesis, capítulo 2 – ¨adjuntora que esteja como diante dele¨(¨adjuntora própria para ele¨), tirada de Adão, parte dele; sim, mas complementando-o, compondo uma integralidade. Essa é precisamente a idéia que você tem inevitavelmente quando pensa no seu corpo, no corpo como um todo. O corpo não é uma coleção de partes, não é um certo número de dedos, mãos e pés grudados uns nos outros, e de membros vagamente interligados. Essa noção do corpo é completamente falsa. O corpo é uma unidade orgânica, vital; é uno; é um todo. Pois bem, essa é a idéia que temos aqui. O marido e sua mulher não são separados, não são como dois reinos que mantem relações diplomáticas, mas sempre em estado de tensão, e sempre  correndo o risco de entrar em conflito. Esse é o exato oposto do conceito cristão daquilo que o casamento realmente é. Cristo e a Igreja são um, como o corpo e a cabeça são um. Mas este ideal coaduna-se com diferentes funções; e é isso que devemos entender – funções diferentes, propósitos diferentes, deveres especiais que somente cada parte pode cumprir. Mas é vital lembrar-nos de que cada parte é parte de um todo, e que todas as ações separadas são parte integrante de uma ação unificada que leva a um resultado incorporado.¨
 
 
A outra coisa que aprendi nesse livro é que amor não é o que falamos, mas o que FAZEMOS. E vou compartilhar com vcs outro trecho desse mesmo livro que citei acima que é bastante edificante, (ás fls. 112):
 
¨Esse é o ensino do próprio Senhor Jesus. ¨Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é o que me ama¨(Joao 14:21). Como isto soa prosaico para nós, com todo o nosso assim chamado conceito romântico do amor! É claro que não é romântico; é ridículo, é sentimental, é carnal. ¨O amor é isto¨, Cristo diz, ¨guardar os meus mandamentos¨. Pois não é aquilo que eu e você dizemos que prova definitivamente que de fato estamos manifestando amor; é o que fazemos. Certamente esta é a questão essencial no relacionamento entre marido e mulher. A questão não é se o homem pode escrever cartas maravilhosas e empregar grandiosas expressões e protestos do seu amor; o teste do amor de um homem é sua conduta em casa, dia após dia. Não o que ele foi antes do casamento, não o que ele é na lua de mel, não o que ele é durante os primeiros meses de vida conjugal. A pergunta vital é: como é ele quando há problemas e dificuldades, provações, doença, e quando vão chegando a meia idade e velhice?
Muitos casamento se rompem porque as pessoas não compreendem, de início, o que significa amor. Lembremo-nos da descrição que dele faz o apóstolo em 1 Coríntios capítulo 13, onde salienta o seu caráter essencialmente prática. Diz ele que o amor não faz isto, faz aquilo, e resume tudo dizendo: ¨A caridade (amor) nunca falha¨. Essa é a prova do amor! Se quiserem verificar se o amor de um homem para com sua esposa é o que deve ser, não procurem ouvir o que ele diz; observem o que ele faz e o que ele é. Essa é a prova!¨
 
Eu amo esse escritor porque  ele é super claro e preciso!!! Se vc quer saber se existe amor no seu casamento observe o que vc faz!!!
 
Aprendi também que o amor perdoa, assim como Cristo perdoa todas as nossas faltas, e vou transcrever ou trecho maravilhoso para vcs….(fls.116)
 
¨¨Pois bem¨, diz o apóstolo, ¨vocês que estão  nesta relação matrimonial, veem um no outro coisas de que não gostam e que não aprovam – deficiências, faltas, falhas, pecados – e são críticos, e se firmam em sua dignidade, e condenam, e brigam, e se separam. Por que? Simplesmente porque são incapazes de lembrar a maneira pela qual foram salvos e se tornaram cristãos e membros da Igreja crista. O apostolo lhes lembra que se o Senhor Jesus Cristo reagisse ante eles como eles reagem face uns aos outros, não haveria Igreja. ¨O amor nunca falha¨, o amor continua amando, apesar de tudo. Esse é o amor com o qual Cristo amou a Igreja. ¨
 
Espero que esses textos sejam edificantes para sua vida assim como foi para mim.
 
 
 
Minha oração é que a integralidade, o perdão e o amor estejam sempre presentes no meu matrimonio e daqueles que buscam um lar com muita paz!!!
 
Beijos

 

Emiliana

2 thoughts on “13 anos de casada!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Prove you aren't a robot *