Como é viajar de São Paulo a Austrália

Oi amigos (as),

Vou compartilhar com vcs como é viajar de São Paulo até a cidade de Perth na Austrália, cruzando o Oceano Pacífico.

Mas antes quero agradecer as mais de 70.000 (setenta mil) visitas ao blog. Muito obrigado aos leitores de Brasil, Chile,França,

Índia, México, Colômbia, E.E.U.U., Alemanha, Portugal, Espanha.

Quando vamos escolher um destino para passar férias, ou quando vamos a trabalho, ou para viver, a gente sempre tem que escolher como faremos essa viagem tão longa….

Nós decidimos ir para a Austrália cruzando o Oceano Pacífico. Talvez não seja o melhor caminho, mas aí vai algumas dicas para vcs.

No dia 06/01 nos saímos de São Paulo /Brasil rumo a Perth/ Austrália . Foi Uma viagem gostosa Mas muito cansativa!!!

A gente foi de Lan/Tam então embarcamos no terminal 3 em São Paulo e esse terminal é novo e está espetacular esse embarque. Amei.

Fizemos a viagem São Paulo até Santiago. Foram aproximadamente 4 horas de vôo. Depois descemos da aeronave e subimos para embarcar no outro vôo que era a Conexão. E daí passamos no raio X de novo.

Em Santiago a gente tomou o vôo Santiago – Nova Zelândia. São aproximadamente 12 horas de vôo. E foi tranquilo porque depois que jantamos a gente dormiu. Acordamos, tomamos café no avião e logo chegamos.

Quando chegamos em Auckland/ Nova Zelândia, tivemos que descer do avião e esperar um pouco.  Tivemos que passar no raio X para entrar no aeroporto de Nova Zelândia. E a Polícia nos escolheu para abrir nossas malas…. Só as malas de mão, porque as nossas malas continuam no avião. Na verdade era para ficar pouco tempo nesse aeroporto… Mas atrasou….

O aeroporto de Nova Zelândia é muito lindo, dá de 10 x 0 no aeroporto de Sidney. Se vc quiser fazer compra esse é o lugar…

Esse duty free é pequeno mas uma gracinha, dá gosto de passear aí.

Essas são as comidas que vendem aqui na lanchonete de Nova Zelândia. Achei bem diferente do Brasil e os cupcakes são gigantes!!!

Os souvenirs são muito lindos. Existe chocolates bem diferentes, e muitas revistas…

Eu não sei se os preços são melhores que o duty free do Brasil, mas eu achei bonito, organizado, novo e bastante limpo. Até as lanchonetes são legais.

De Auckland na Nova Zelândia até Sidney foram mais ou menos 3:30h (Três horas e trinta minutos). E tomei outro café da Manhã no avião….

Por causa desse atraso na Nova Zelândia a gente perdeu a conexão Pra Perth e tivemos que ficar mais  de 06 horas em Sidney.

Como eram  muitas horas que teríamos que ficar no aeroporto decidimos tomar um Taxi e conhecer o cartão postal da cidade de Sidney: a Opera House ( casa da Ópera).

Pensa um lugar cheio de turistas, Esse é o lugar!!! Estava lotado!!! Tanto a Opera House Como uma parte do mar ao redor da cidade que forma tipo uma baía.

Vc pode fazer um tour guiado na Opera House e eles te explicam tudo sobre o lugar. E vc também pode assistir algum show.

Ao lado da Opera House tem um Jardim Botânico que vc pode visitar e vc não paga a entrada.

Do lado da Opera House vc pode ver a Harbour Bridge. Dizem que se pode fazer um tour nessa ponte, onde vc caminha em cima da ponte amarrado por um cabo de aço …. Passeio que eu dispenso, porque morro de medo de altura…

Tem uma passarela ao lado da baía que existe na Opera House e ao lado existe dezenas de lanchas e pequenos barcos que levam os turistas para Passear!! E também muitos restaurantes!!!

Almoçamos em um restaurante em frente as lanchas chamado SeaRock.

E cada País  com sua cultura… Os chilenos gostam de comer abacate no sanduíche, e os australianos gostam de comer beterraba, se vc ler a palavra beetroot, ou beet, ou redish, é porque tem beterraba.

Tem também uma loja do chocolate Belga chamada Guylian que é simplesmente maravilhosa, e eu tirei foto para vcs conhecerem…

Outra coisa que me chamou atenção em Sidney e que a maioria dos Anúncios publicitários estão escritos em inglês e chinês.

Achei a cidade de Sidney bastante arborizada e achei que tinha muito radar nas ruas para multar os carros. Me lembrou um pouco

Uberlândia/MG/Brasil, mas nenhuma cidade ganha de Uberlândia porque aí cada 1km tem um radar.

A outra coisa que me chamou atenção são as gigantes estruturas metálicas que sustentam os outdoor. É uma poluição visual incrível…. Mas acho que deve ser por causa do vento.

O aeroporto de Sydney eu encontrei horroroso. Na verdade acho que fiquei um pouco decepcionada. Pensei que seria lindo porque Austrália é um país de primeiro mundo, mas é bem desorganizado.

Depois voamos mais 5 horas e chegamos em Perth. E voamos de Qantas a companhia Aérea Australiana e jantei nesse vôo. Foram mais 5 horas de viagem. Ainda estava claro quando chegamos em Perth por causa da diferença de horário, e achei muito Linda a cidade!

Achei Perth  mais limpa que Sidney!

Amei Perth!!!

É Uma cidade bastante arborizada!

No Próximo post contarei como foi meu primeiro dia em Perth. Se eu não desistir… Porque eu demorei 4 dias para fazer esse post, porque a internet aqui está lentíssima.

Beijos

Emiliana

4 thoughts on “Como é viajar de São Paulo a Austrália

  1. Vc me diz qual é a franquia de bagagem para malas despachadas nestes vôos São Paulo-Sydney com Tam/Lan? Obrigada de novo!

  2. Pois é, eu tinha lido 23, mas daí li em blogs q era 32, liguei na Tam e me disseram 2 de 32 kg, espero q seja isso mesmo, pq o mínimo q colocamos foi 27 kg numa mala. Obrigada pelas informações, vou tentar falar de novo com a Tam, para confirmar, ambas as empresas dizem q mantêm a franquia mais permissiva, então espero q a da Tam para o exterior seja mesmo 32. Um abraço!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Prove you aren't a robot *